Textos já publicados
 
  
O uso da camisinha
Sérgio Rubens - FM! 73  18/01/2012  

Falar sobre este assunto é reportar-se à conduta moral vista como ela é, pela Doutrina Espírita.

Inicialmente, é bom lembrar que tudo aquilo que se refere à alteração de métodos naturais, traz em seu bojo, conseqüências e responsabilidades, que muitas vezes não estamos preparados para suportar.

Podemos citar como exemplo, normas de conduta receitadas por Espíritos sérios e respeitáveis; “Distinguir no sexo a sede de energias superiores que o Criador concede à criatura para equilibrar-lhe as atividades, sentindo-se no dever de resguardála contra os desvios suscetíveis de corrompê-la. O sexo é uma fonte de bênçãos renovadoras do corpo e da alma.” (André Luiz – Conduta Espírita)

Allan Kardec, o Codificador, alicerçou a Doutrina Espírita sobre três pilares: Científico, Filosófico e Religioso; e é assim que devemos pensar ao escrever sobre este assunto.

A Doutrina Espírita disponibiliza a seus adeptos, diversos meios de informação e consulta; no Livro dos Espíritos, podemos ver na pergunta 694: Que pensar dos usos que têm por fim deter a reprodução, com vistas à satisfação da sensualidade? R:  Isso prova a predominância do corpo sobre a alma e quanto o homem esta imerso na matéria.

Semelhante resposta dada pelos Espíritos da Codificação vem nos trazer preocupação pela utilização indiscriminada dos métodos contraceptivos; entre os quais, a camisinha.

Devemos todos estar atentos e não permitir que a carne (matéria) domine o Espírito; deve ser sempre ao contrario, o Espírito sempre acima da matéria.

Claro está que neste tocante, buscaremos o bom senso; sabemos que estamos em pleno século 21, com moderníssimos avanços em todos os setores das ciências, sendo que a humanidade ainda vem lutando bravamente contra determinadas doenças, que, ao que parece, resistem aos mais poderosos e propalados meios de divulgação e  orientação; citamos como exemplo, a AIDS, que teve seu número de doentes aumentado em todo o mundo; a hepatite C também é outra que permanece no rol das doenças ainda em alto grau de transmissão.

Assim sendo, levando-se em consideração as diversas doenças que podem ser transmitidas através do sexo, devemos considerar também, o uso da camisinha, como proteção à nossa saúde.

“SENDO ASSIM, JOVEM, RELEMBRAMOS QUE CONFORME FALOU O APÓSTOLO PAULO, SOMOS TEMPLO DE DEUS VIVO E, POR ISSO MESMO, DEVEMOS UTILIZAR AS NOSSAS POTENCIALIDADES DE MANEIRA EQUILIBRADA E PENSADA, UMA VEZ QUE, COMO ACONSELHOU O MESMO APÓSTOLO, TUDO NOS É PERMITIDO,” MAS NEM TUDO EDIFICA”. (Revista Internacional de Espiritismo, nº 11)

Sabemos que os jovens de hoje, têm muita informação e não são “bobinhos” como costumavam pensar nossos pais. Freqüentam clubes, baladas, e recebem informações edificantes na escola; porém, cada qual tem seu grau evolutivo e suas necessidades específicas, entendendo e se portando segundo manda seu livre arbítrio, lembrando que a REFORMA ÍNTIMA é um dos fatores primordiais a serem alcançados pelo praticante Espírita.

A Doutrina Espírita tem que sair da cabeça e ir direto ao coração. Seguramente, o jovem Espírita, deve, por conselho e obrigação, manter-se atualizado e sempre estudando a Doutrina, em busca de informações que lhe possam facilitar e felicitar suas atitudes para consigo mesmo e para com o próximo.

Desta feita, o jovem Espírita tem de si para consigo e para com o próximo, maiores responsabilidades, por conhecer os mecanismos de ação das Leis de Deus.

Assim, no aspecto de como será conduzida a sua sexualidade, é nesta fase da vida que tomam decisões, tão delicadas, quão importantes, as quais, muitas vezes, serão decisivas no desenrolar da sua existência.

Indo à frente, vale a pena recorrer a algumas perguntas antes de se entregar à consumação dos fatos: para que? Como ficarei depois? Tenho condições de arcar com todas as conseqüências? (Revista Internacional de Espiritismo – nº 11)

Claro está que o jovem encontrará oportunidade de encarar esses problemas; porém, deve ater-se ao compromisso consigo mesmo, atendendo à sua intuição e consciência, no intuito de bem proceder, não magoando a si próprio ou ao seu semelhante.

Queremos dizer, que se a situação for de atração e o momento propício, impedindo talvez, uma recusa, é melhor estar prevenido, utilizar-se de camisinha, a fim de defender sua saúde e integridade, ao mesmo tempo, evitando uma conseqüência muito mais grave, de ver-se forçado a ter de criar um filho, sem que o tenha desejado.

Dessa maneira, sempre o jovem deve ter em mente, o respeito por si próprio e por seu parceiro ou parceira, utilizando-se de bom senso, raciocínio e precaução.

Tudo em nossa vida tem dois lados, tal qual a moeda que Jesus pediu Lhe fosse mostrada: “De quem é esta face na moeda? Perguntou Jesus. Responderam-lhe: È de César! Então, daí a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.” (Mateus, 22:19 a 21)

Lição que podemos transportar ao nosso tempo, ao século 21, dizendo-nos: Dou a meu corpo o necessário exigido pela matéria; e ao Espírito, a consciência tranqüila de ter agido bem e conforme as Leis do Criador.

Responsabilidade, generosidade, disciplina e bom senso, são atributos que o jovem deve manter em todos os seus relacionamentos, sendo amorosos ou de amizade, para que carregue por toda sua vida, prazer de ter vivido e alegria de ter cooperado para que o mundo ficasse um pouco melhor.

Que a paz de Jesus possa estar no coração de todos os jovens, trazendo-lhes esperança em dias melhores e a certeza de ter vivido honradamente.
 






Comentários

VAGNER SANTOS  - 13/02/2012 08:27:56 PM
Nossa show o texto hein!!!está ai mais um veículo de informação para esclarecer o jovem de maneira clara e objetiva através da doutrina!!parabéns.




Nome Completo:(*)
Email:(*)
Comentário:(*)
Campanha
 
 
Participe da FM!
 
 
Projeto Fala Meu!
 
Revista online gratuita na qual todos podem participar. Construida para divulgação da doutrina espírita através do cenário jovem.
 
Missão da Revista >>
Importância do Movimento de Unificação >>
Desenvolvedores
 
Equipe da Revista
Construtores do Site
Código de Conduta Ética
Acessibilidade
 
Mapa do Site
Ajuda
Declaração de Privacidade
Área Restrita
Parceiros
 
Banda Paroles
Portal das Mocidades Espíritas
Portal SER
Programa Juventude Maior
 
Política de Parceiros >>
 
 
 
© 2011 revista Fala Meu! — Todos os Direitos Reservados.
Versão 1.3 - Template F.G.